Investindo no futuro: bolsistas globais da Timken têm grandes planos

Juntos

Investindo no futuro: bolsistas globais da Timken têm grandes planos

John Timken, Chairman da Diretoria, posa com os vencedores de 2019 na sede mundial da Timken.

Uma vez por ano, em fevereiro, o CEO da Timken, Rick Kyle, e o Chairman da Diretoria, John Timken, reúnem alguns estudantes em uma sala e, por webcast, anunciam os vencedores do Programa Global de Bolsas de Estudo da The Timken Company para os filhos de funcionários em todo o mundo.

“A euforia é nítida”, afirmou John Timken. “Normalmente eles trazem o professor favorito, aquele que lhes ajudou a conquistar suas metas, juntamente com suas famílias. Às vezes, irmãos mais velhos que também já ganharam bolsas comparecem para provocar um pouco os irmãos.”

Embora todos os alunos saibam que ganharam uma parte dos US$ 540.000 que a Timken concede todos os anos, ninguém sabe o valor em dólares de sua bolsa. As premiações variam de prêmios únicos de US$ 10.000 até duas bolsas maiores renováveis por até três anos adicionais: Bolsa de Estudos Jack Timken de US$ 25.000 e a Bolsa de Estudos Henry Timken de US$ 35.000.

Um momento de orgulho na Romênia

A cerimônia de entrega de bolsas deste ano reconheceu 17 bolsistas de seis países diferentes: Romênia, Estados Unidos, Índia, Alemanha, China e Reino Unido. Quando o programa começou em 1957, os cinco ganhadores eram todos de Ohio. Dois deles eram jovens mulheres. Este ano, as duas grandes vencedoras também são mulheres e a razão entre mulheres e homens aumentou.

Iona Babarus (com os pais Dana e Dragos) ganhou a Bolsa de Estudos Henry Timken deste ano de US$ 140.000.

Ioana Babarus de Ploiesti, Romênia, ganhou a bolsa Henry Timken de 2019, que concede até US$ 140.000 para cobrir despesas com moradia e livros para seus estudos na Universidade de Versailles em Paris, França. Sua mãe, Dana Babarus, é engenheira sênior de projetos de processos na instalação da Timken em Ploiesti. “Essa bolsa vai me dar asas para ir em busca da minha paixão”, disse Ioana. Ela planeja uma carreira em farmácia, pois acredita em seu valor prático e no impacto em que poderá ter nos seres humanos. Ela vislumbra a cura das doenças do Século XXI e fundar uma ONG que possibilite que alunos de farmácia viajem para comunidades isoladas ao redor do mundo fornecendo remédios gratuitos.

Ioana tem paixão por seu trabalho voluntário no qual coordena programas de assistência escolar para crianças em lares adotivos. Ela também escreve artigos para jornais locais, gosta de nadar e estudou no exterior, na China, Japão, Reino Unido e França. Ela está aprimorando o seu francês para morar em Paris nos próximos quatro anos.

“Ioana sempre gostou de aprender e descobrir novas coisas”, afirmou Dana Babarus. “Fiquei tão orgulhosa quando John Timken anunciou que Ioana ganhara a Bolsa de Estudos Henry Timken. Foi o momento em que percebi que todos os meus esforços para proporcionar uma educação de qualidade à minha filha valeram a pena.”

Apoio consistente no Kansas e planos ambiciosos da Índia

Charles Hill, funcionário que trabalha com cura de bordas brutas na Timken Belts em Fort Scott, Kansas, EUA, disse que não sabe de onde sua filha Jeanna herdou o talento e a motivação pela excelência. Ela ganhou a bolsa Jack Timken deste ano de até US$ 100.000 que utilizará para estudar na Universidade Estadual de Emporia no Kansas.

“Ela foi incentivada a ler”, contou Charles Hill. “Minha mulher lia muito para ela e eu também a incentivei a usar seu conhecimentos para tentar ganhar bolsas, em vez de tentar uma carreira nos esportes. O caminho com certeza valeu a pena e estamos muito agradecidos. Somos muito abençoados.”

Jeanna Hill (com os pais Charles e Cheryl) ganhou a Bolsa de Estudos Jack Timken de 2019 de US$ 100.000.

Jeanna planeja concluir duas graduações: inglês e matemática. Embora se destaque em matemática, ela também adora escrever e está trabalhando duro para terminar seu primeiro romance. E, como musicista, ela também toca flauta e flautim e ocupa posições de liderança na banda de sua escola.

Jeanna atribui seu sucesso ao trabalho duro e ao apoio firme de seus pais. “Acho que herdei a perseverança do meu pai”, ela revela. “Ele não desiste facilmente.”

Outro vencedor, Ayush Gupta de Jamshedpur, Índia, planeja usar sua bolsa de US$ 40.000 para seguir os passos de seu herói, Satya Nadella, CEO da Microsoft. Como Nadella, ele começará com uma graduação em engenharia em uma faculdade na Índia e, em seguida, deseja fazer pós-graduação nos Estados Unidos ou na Alemanha.

Todos os três vencedores que entrevistamos demonstraram planos ambiciosos para o futuro, mas também profunda humildade e gratidão pelas oportunidades que lhe foram concedidas. “Eu me esforço muito”, afirmou Gupta. “Não me acho superior nem nada do tipo.”

Oportunidades educacionais para comunidades da Timken

A The Timken Company tem uma longa história de apoio à educação, começando na cidade de origem da empresa, Canton, Ohio, EUA, onde a Escola de Ensino Médio da Timken foi fundada originalmente como uma escola técnica.

“Acho que os familiares reconheceram que, embora postos de trabalho mudem ao longo dos anos, eles desejavam proporcionar oportunidades para que as comunidades locais aproveitassem as novas tecnologias e permanecessem atualizadas no mercado de trabalho”, explicou John Timken.

A liderança da empresa seguiu à risca essa tradição de aprendizado contínuo com a expansão da Timken ao redor do mundo, construindo centros de treinamento e instalações educacionais da Timken em muitos países diferentes. Desde 1958, a empresa concedeu mais de US$ 23 milhões em bolsas de estudo em todo o mundo por meio do Timken Educational Fund.

Como mestre de cerimônias do programa de bolsas, John Timken recebe muitas notas de agradecimento dos agraciados. “É gratificante e emocionante recebê-las”, disse ele, “mas ninguém da The Timken Company tem informações sobre quem serão os vencedores.”

Os vencedores das bolsas são escolhidos por um administrador imparcial do programa de acordo com os critérios da The Timken Company, como histórico acadêmico, demonstração de liderança, participação em atividades escolares e comunitárias, menções honrosas, experiência de trabalho e metas educacionais e profissionais.

Um investimento nos funcionários e em suas famílias

Ayush Gupta planeja concluir a graduação em engenharia e, em seguida, fazer mestrado.

Os bolsistas da Timken ganham suas bolsas devido ao trabalho duro e ao compromisso deles de retribuir. Conforme Kyle afirmou em seu discurso de abertura na cerimônia, a essência do programa é “incentivar a próxima geração de líderes a obter o conhecimento necessário para tornar o mundo um lugar melhor.”

Essa ética claramente começa em casa. Mesmo ao telefone, você consegue sentir os fortes laços que esses funcionários da Timken têm com seus filhos. Jeanna Hill e seu pai gostam de assistir filmes de super-herói juntos e formam um fã clube mútuo. Ioana Babarus diz que a mãe é a sua melhor amiga, pois lhe ensinou, desde pequena, a diferença entre certo e errado, além de estimulá-la a fazer trabalho voluntário.

Ayush Gupta diz que seu pai é o seu principal professor e influência. “Ele me conta sobre a vida dele”, afirma ele, e essas histórias não envelhecem. “Sempre que as ouço, fico fascinado.”

Para a The Timken Company, as bolsas são um investimento nos funcionários e suas famílias, afirmou John Timken. “Trata-se de reconhecer a qualidade de nossos funcionários. Eles são o motivo de a empresa ter tido uma trajetória de 120 anos de tanto sucesso.”